Opinião: O bom jornalismo mostra sua importância em meio à pandemia

Nos últimos tempos instituições tradicionais vinham sendo não apenas questionadas, como atacadas e totalmente descreditadas. Esse fenômeno não é uma novidade, mas ganhou uma nova face, bastante forte, nos últimos anos e que pôde ser observada muito bem na votação do Brexit, da eleição de Donald Trump e também durante a eleição que terminou com Jair Bolsonaro vencedor.

O ano de 2019 foi, no Brasil, cheio de ataques aos grandes jornais e também aos seus profissionais. Nesse ano tivemos pessoas atacando Glenn Greenwald e seu trabalho com a Vaza Jato. Havia posicionamentos relevantes, mas a internet deu voz e espaço para opiniões que se fossem postas em prática inviabilizariam qualquer trabalho de jornalismo investigativo e enterrariam os Pentagon Papers, Watergate, Panama Papers e o esquema de espionagem revelado por Edward Snowden.

Aliás, muitas das pessoas que vi discursando contra a Vaza Jato adorariam ver Edward Snowden cumprindo prisão perpétua.

E ainda nesse ano tivemos a jornalista Constança Rezende do Estadão sofreu uma grande retaliação na internet após um blog divulgar que Constança estava conspirando para derrubar o presidente Bolsonaro.

A despeito de como uma jornalista poderia derrubar o presidente da república, a tal “prova” disso era o áudio de uma conversa entre Constança e um estrangeiro. A conversa em inglês foi traduzida de forma errada pelo blog cujo conteúdo foi compartilhado por Jair Bolsonaro. No áudio, Constança fala que a situação de Flávio Bolsonaro poderia comprometer e arruinar o governo.

Vários apoiadores de Bolsonaro usaram essas histórias para dizerem que a mídia não é confiável e que não podemos tirar informações dela. Que ela segue apenas interesses próprios (como se alguma instituição ou pessoa pudesse ser totalmente livre de interesses) e, portanto, deveria ser boicotada.

Quero deixar claro também que, apesar de estar falando da reação de muitos bolsonaristas e conservadores com a mídia tradicional, essas reações são comuns também a outros grupos extremistas ou fechados ao diálogo na sociedade. Porém, esses foram os casos mais recentes e que tiveram mais força nos últimos tempos.

Agora, o mundo passa por uma pandemia com o Covid-19. Fake news estão sendo espalhadas na internet como de costume, desde que o vírus foi criado em laboratório pela China, ou que beber água quente previne da doença. Mas algo de diferente ocorre: as pessoas estão recorrendo mais aos grandes meios de comunicação.

Elas querem se manter informadas e tem consciência de que os grandes veículos são os únicos capazes de fazerem uma grande cobertura pelo mundo e trazerem as principais novidades. Isso não quer dizer que sejam perfeitos ou que não haverão falhas. Mas são os mais confiáveis.

Jair Bolsonaro segue num discurso que vai contra o que é dito na grande mídia, pela maioria dos especialistas e também por organizações mundiais. E cada vez mais perde apoio, isso é visível já em pesquisas e audível com os panelaços. E acho que seja uma associação válida que isso ocorra porque as pessoas estão se informando e vendo que o que elas leem, veem e ouvem não condiz com a fala do presidente.

O bom jornalismo, seja ele feito por um órgão estatal, uma empresa privada, um blog independente, deve-se pautar na verdade e em informar à sociedade o que ela precisa saber. Mesmo com as redes sociais, a internet, é a grande mídia que nos mantém informados e capazes de tomarmos as decisões como sociedade e como membros dela.

Bem, escrevi tudo isso porque acho que é bom nos lembrarmos porque celebramos o dia 7 de abril. Feliz dia do jornalista!

Um comentário sobre “Opinião: O bom jornalismo mostra sua importância em meio à pandemia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s